Glossário SEO e SEM

Nesse post vamos fazer um pequeno glossário sobre SEO e SEM, ou seja, vamos falar sobre o significado das expressões e palavras mais usadas quando tratamos de otimização de sites, links patrocinados e afins. Tire suas dúvidas agora mesmo:

.: Adsense: serviço publicitário virtual do Google, onde os webmasters colocam propagandas de outros sites em seus domínios e recebem por cliques nesses anúncios.

.: AdWords: serviço publicitário virtual do Google, onde os empresários pagam para exibir, em outros sites e mesmo no Google, anúncios de seus produtos ou serviços.

.: Affiliate: são programas publicitários – ou programas de afiliação – onde sites oferecem pagamentos – para webmasters que promovem seus produtos ou serviços – em forma de pequenas comissões por cada venda.

.: Anchor Text: ou texto âncora, é o texto usado para criar um link, ou seja, que identifica para o usuário que é um link. É um fator importante para os Search Engines determinarem a relevância do conteúdo de determinada página.

.: BlackHat SEO: são as técnicas de SEO anti-éticas, ou seja, que não respeitam as Google Webmaster Guidelines. O Black Hat SEO é considerado desonesto, pois promoverem acima de tudo o ranking dos sites – e não a qualidade de seus conteúdos.

.: Bread Crumbs: é um sistema de navegação para sites, que indica em uma barra horizontal, a localização atual do usuário e os níveis superiores da estrutura de navegação do site. Geralmente são identificados por: “você está aqui”.

.: Bounce Rates: é a porcentagem de visitantes que entram em uma pagina do site e imediatamente sai.

.: Click Fraud: ou fraude por clique. Acontece quando tenta-se burlar campanhas ou propagandas PPC, gerando cliques como se fosse um usuário normal, aumentando ou custos dos anunciantes ou lucros dos webmasters.

.: Clicktrough: é a ação de clicar em um link publicitário e ser redirecionado para um outro site.

.: Cloaking: é uma das técnicas do SEO Black Hat, onde o conteúdo mostrado aos search engines é diferente do mostrado aos usuários, com o objetivo de melhorar o ranking do site em pesquisas orgânicas. Essa prática é passível de punição severa, chegando à exclusão do site dos resultados de pesquisa por tempo indeterminado.

.: CMS: Content Management System – sistemas de gestão de conteúdos – que possibilitem a leigos em computação construir sites na Internet e facilitam a atualização de seu conteúdo. Esses sistemas são largamente utilizados em blogs.

.: CPA: custo por ação – é um sistema de publicidade online onde o anunciante por resultados, como uma determinada taxa de conversão, geralmente usando comissões.

.: CPC: custo por clique – é o valor pago a cada clique em um determinado anúncio de campanhas PPC. O CPC médio é um dos mais importantes indicadores no gerenciamento de uma campanha PPC, pois mostra – imediatamente – a variação de pagamento da concorrência direta.

.: Cost Per Load: é o preço pago pelos anunciantes que usam campanhas baseadas em quantidades de anúncios exibidos.

.: Crawler / Boot / Spider: todos os termos referem-se a um robot usado pelos search engines para encontrar e indexar páginas de um site. Os boots dos principais search engines são: Googlebot (Google); Slurp (Yahoo); MSNBot (MSN Live).

.: CRM: customer relationship management – gestão de relacionamento com o cliente – é o conjunto de metodologias que tem como meta manter e melhorar os relacionamentos lucrativos e duráveis com os clientes de uma marca.

.: CTR: clickthrough rate – é a taxa dada pela divisão da quantidade de cliques em um anúncio pelo número de impressões do mesmo, e multiplicado por 100. Por exemplo, uma CTR de 2%, indica que a cada 100 impressões do seu anúncio, somente 2 serão clicados.

.: Feed: é o conteúdo enviado por um site, sempre que atualizado, para os usuários que assinam o “news aggregator” do site. Os mais conhecidos são os “RSS Feeds” disponíveis em blogs, que avisam seus assinantes sempre que um novo post é publicado.

.: Google Bomb: é o que acontece quando muitos webmasters usam um determinado anchor text para a mesma página, alterando os resultados de pesquisa do Google para a procura pelo termo linkado. O exemplo mais famoso é: o resultado da pesquisa para “misarable failure”, que colocava a página da Casa Branca sobre George W. Bush em primeiro lugar.

.: Inbound link: são links para o seu site, vindos de outro website. Eles são importantes para o ranking do site, pois quanto mais inbound links relevantes seu site tiver, maior vai ser sua relevância.

.: Keyword: palavra-chave – são as palavras ou expressões buscadas nos search engines e, por isso, devem ser usadas em sua página para informar ao boot de que se trata o conteúdo da página.

.: Keyword Cannibalization: canibalização da palavra-chave – é caracterizada pelo uso excessivo de uma determinada keyword em várias páginas de um mesmo site, o que prejudica o trabalho de indexação dos motores de busca.

.: Keyword density: densidade da palavra-chave – é o número de vezes que uma determinada keyword aparece na página medido em porcentagem. Se essa porcentagem for muito alta, o site pode ser penalizado. Aconselha-se a usar uma densidade de 2% a 8%.

.: Keyword stuffing: ou spamming – é o uso excessivo de keywords numa determinada página.

.: Landing page: é a página para onde o usuário é direcionado, depois de clicar em um anúncio ou resultado de busca. A landing page não precisa ser a home.

.: Link Baiting: são criados através de links de outras páginas para o seu conteúdo.

.: Link Building: é o nome dado à prática de reunir o máximo de links para seu site. Ele pode ser natural (ou seja, links de outros sites e webmasters que gostaram do seu conteúdo) e artificial (conseguidos pela troca de links ou cadastro em diretórios e social bookmarkings).

.: Link Condom: esse é um nome pouco usado para a prática de retenção de PageRank, através do uso do atributo rel=”nofollow”. Os link condoms são usados, por exemplo, para evitar spam.

.: Link Farm: nome dado a sites que servem para guardar links para outros sites – não relacionados. Estes sites têm a intenção de manipular o PageRank dos sites para os quais linkam, e pode ser penalizado por isso.

.: Link Popularity: é um medidor de um site, baseado nos links de outros sites para ele.

.: Long Tail: nome dado para keywords usadas em buscas específicas, por exemplo, “dicas seo glossário SEO”.

.: Mashups: são serviços criados pela combinação de dois aplicativos diferentes para a internet. Por exemplo, um site de mapas online junto com um serviço de anúncios de imóveis, mostrando a localização das casas que estão à venda.

.: Meta tags: são informações colocadas em uma página HTML que informam aos spiders o nome (title tag), o conteúdo (description) ou as keywords desta página.

.: Motor de busca: search engines – são sites que realizam buscas em conteúdos relevantes online para pesquisas feitas por usuários. Os três maiores motores de busca são o Google, o Yahoo! e o Microsoft Live.

.: Outbound link: são link para um outro site, ou seja, links externos.

.: Overture: era o nome original do programas PPC fornecido pela Yahoo para o seu sistema de publicidade pay per click (PPC). Foi renomeado em 2005 para Yahoo Search Marketing.

.: PageRank: é um medidor do Google que usa a link popularity do site para classifica-lo. A pontuação é feita de 0 a 10 e conta no ranking do site para as buscas.

.: Pageviews: é o número de vezes que uma página foi vista.

.: Pay Per Click: pague por clique – é um sistema de publicidade onde o anunciante paga pela propaganda cada vez que seu anúncio é clicado. Exemplos de anúncios PPC: Google Adwords, Yahoo Search Marketing ou Anúncios Sapo.

.: Pay Per Sale: pague por venda – é um sistema de publicidade ondeo pagamento é feito somente com base nas vendas qualificadas.

.: Pesquisa orgânica: ou pesquisa natural – são as pesquisas realizadas por usuários em sites cujos os resultados não são influenciados por propaganda paga.

.: Robots.txt: é um arquivo de texto, localizado na raiz do diretório do site e pode conter informações úteis para gerir a maneira como os spiders indexam seu conteúdo.

.: ROI: return on investment ou retorno do investimento – é uma medida eficaz da relação custo/benefício de uma campanha de SEO ou PPC.

.: RSS: real simple syndication – é o padrão web definido pela W3C para agregação de conteúdo.

.: Sandbox: é o nome dado ao período de tempo entre um site ser criado e receber PageRank pelo Google. Nesse período o site, geralmente, não aparece nos resultqdos de pesquisas orgânicas.

.: Search Engine Marketing: ou SEM – é o marketing nos motores de busca, uma estratégia de marketing de um site para melhorar os seus resultados nas pesquisas nos motores de busca.

.: Search Engine Optimization: ou SEO – é a otimização para motores de busca.

.: SERP ou SERPs: Search Engine Result Page ou Search Engine Result Pages. São as páginas dos sites de busca que listam as respostas a uma busca de um usuário.

.: Sitemap: é um arquivo de onde se pode alcançar todas as páginas de um site.

.: Usabilidade: é o grau de eficiência com que um usuário do site consegue realizar as tarefas desejadas.

.: Visitantes únicos: é o número de visitantes que acessam um site num determinado período de tempo, a partir de um IP único. Por exemplo: se ele visitar o mesmo site 3 vezes num período de 24 horas, será considerado só um visitante.

.: Web Stats: são estatísticas sobre o site que permitem analisar informações sobre o número de visitantes únicos, pageviews’s, etc.

.: White Hat SEO: são as técnicas de Search Engine Optimization aprovadas pelos motores de busca.

Fonte: Mestres SEO

One thought on “Glossário SEO e SEM

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *